Friday, December 22, 2006

A Árvore

Nesses dias que faz um sol lascado lá pras bandas do porto de Paranaguá, eu fico pensando em como é que pode a vida ser tão trivial sem um tipo especial de beijo que a gente vai sugando com os olhos fechados da boca daquela mulher bonita que passa pela praia nos dias de semana. Não, ela passa sempre à noite e não usa biquíni não. Ela é violão, samba-canção.

Eu acho tão lindo o sorriso dela, cheio de dentes tortos, os cabelos arrumados como se pode, a bolsinha pequena pra guardar as notas de dólar e aquele short minúsculo sem calcinha. E ela se oferece pros turistas colombianos, atrás da mulher brasileira...

Ah, mas com que vontade eu sugo aquela boca! Eu trabalho a semana inteira pra poder ficar com ela. E fico como posso, fico ficando, oras!

E ela se despede, indo pra outro homem. E eu vou indo triste, pelo cais do porto de Paranaguá, a olhar as baleias jubarte indo ao longe. O canto melancólico dos meus pesadelos...

5 Comments:

At 7:30 AM, Blogger Juliana Marchioretto said...

diferente. sim, diferente.

 
At 5:46 AM, Anonymous Anonymous said...

YOUR PAGE IS GREAT. IT REALLY HELPED ME UNDERSTAND THE TOPIC
- morangocomgengibre.blogspot.com e
07 car civic honda
buy used car
car undefined used
used car bergen
used car oakland
used car greensboro
used car raleigh
used car killeen
used car vallejo
used car tacoma

 
At 4:55 PM, Blogger Patyçazinha said...

Poeta,
Vc é Adorável...
Bjkas

 
At 5:13 PM, Blogger Darlana Godoi said...

E ela cobra caro? To com saudades!!!!

 
At 8:02 AM, Blogger Marla de Queiroz said...

Que bom que gostou do presente...fiquei tentando juntar elementos dos teus textos, afinal, nem nos conhecemos, né???Adoro tuas visitas.
Beijos, beijos.

 

Post a Comment

<< Home